PM apreende moto usada por autor de chacina e buscas já duram 100 horas ~ Blog do Lenno Barbosa Parambu

PM apreende moto usada por autor de chacina e buscas já duram 100 horas





A Polícia Militar apreendeu na noite de domingo (2) a moto utilizada pelo suspeito de ser autor de uma chacina que matou cinco pessoas na comunidade rural Palmeira de Cima, em São Miguel do Tapuio, Norte do Piauí. O crime aconteceu na quinta-feira (30) e o suspeito identificado pela polícia como Clewilson Vieira Matias continua foragido. Segundo informações do coronel Lindomar Castilho, comandante do Policiamento do Interior, as buscas já duram cerca de 100 horas e a motocicleta foi encontrada em uma chapada que fica entre os municípios de Assunção do Piauí e São Miguel do Tapuio.

Segundo a polícia, o motivo para a chacina seria um abaixo-assinado organizado por algumas pessoas da comunidade pedindo a expulsão de Clewilson Vieira que estaria aliciando jovens para o tráfico de drogas.

“A perseguição pelo suspeito dura quase 100 horas, estamos desde a última quinta-feira (30) checando todas as informações que chegam ao conhecimento da polícia. No sábado (1º) chegou a notícia de que ele teria abastecido a moto em um assentamento entre os municípios de Assunção do Piauí e Pimenteiras. Ao chegar no local a polícia confirmou a informação e começou as diligências pela região. Com isso ainda na noite de domingo conseguimos localizar a motocicleta em uma chapada. Aparentemente a moto estava guardada para ser utilizada pelo suspeito para continuar a fuga”, explicou.

Após a moto ser encontrada a polícia intensificou as buscas pela região e acredita que agora o suspeito esteja se deslocando a pé. “Nesta segunda-feira (3) iniciamos uma grande varredura pelo local onde a moto foi encontrada com o objetivo de identificar rastro ou indícios da presença dele pelo local. Trabalhamos agora com a hipótese que ele esteja se deslocando a pé, pois já tem a prática da caça e conhece bastante a região. Ele pode estar se escondendo nessa chapada, entrando cada vez mais para o interior da mata onde são locais de difícil acesso e não teve como a moto entrar. Estamos esperançosos de que possamos encontrá-lo nessa região”, disse o coronel.

A Polícia Militar do Piauí trabalha com 40 homens do Grupamento Tático Aéreo Policial (GTAP), do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), da Força Tática de Campo Maior, policiais do Grupamento de Polícia Militar de Assunção do Piauí, de Pimenteiras, Buriti dos Montes e vários outros como, por exemplo, o apoio do Batalhão de Crateús (Ceará) que ajuda na divisa.

O comandante informou ainda que a polícia tem visitado as comunidades para orientar a população caso o suspeito apareça pedindo alguma ajuda ou apoio. “A população ainda está bem assustada com todo o caso e por isso estamos visitando comunidades para orientar a população que caso encontre o suspeito pedindo alimento, água, ajude e somente após a saída dele entre em contato com a polícia. Ele ainda está em posse de duas armas, um revólver e uma pistola, que foram os utilizados para cometer o crime. A nossa determinação é que possa trazê-lo vivo ou morto, pois tudo vai depender da circunstância da ocorrência, mas o que queremos é trazê-lo para que possa voltar a paz na comunidade”, contou.
A polícia acredita que como as pessoas estão bem temerosas ele não deve ter encontrado resistência para abastecer a moto.

G1.com




Postar um comentário