JOVEM É ASSASSINADO POR MENOR DE 17 ANOS DURANTE EVENTO DO TAUÁ NATALINO ~ Blog do Lenno Barbosa Parambu

JOVEM É ASSASSINADO POR MENOR DE 17 ANOS DURANTE EVENTO DO TAUÁ NATALINO

Um homicídio à bala foi praticado na madrugada deste domingo (21) próximo ao Ginásio Aluno Júlio Rêgo, no entorno da lagoa do Parque da Cidade em Tauá.
O crime aconteceu por volta das 3h20 da madrugada, e teve como vítima o jovem de 19 anos, Jonas Carvalho do Nascimento, nascido em 02/04/1895, filho de José Neto Carvalho Souza, e Maria do Carmo Aderaldo do Nascimento, que residia na Rua Lulu Lima, no Bairro Tauazinho, em Tauá.
O rapaz sofreu um tiro a queimar roupa, à altura do tórax, e morreu a caminho do hospital.
O autor do crime foi apreendido instantes depois do cometimento do homicídio, pela equipe da FTA constituída pelos policiais, Teixeira, Tairone, Nunes e C. Oliveira, sob o comando do Capitão Valdevan. Tratava-se do menor de 17 anos, das iniciais J.F.S. morador do Bairro Colibris.
Ele já se preparava para empreender fuga em um veículo Fiat Uno de cor azul de placas ACW 3926, dirigido pelo marchante Eliseu Vieira de Souza, 37 anos, também residente no Bairro Colibris. O motorista do carro foi preso, pois segundo os policiais que atuaram na ocorrência, a intensão do mesmo era dar fuga ao autor do crime.
Segundo a Polícia, o crime foi motivado devido a uma rixa entre vítima e autor.
Durante o evento festivo que acontecia no Parque da cidade, o menor notou a presença do desafeto, foi em casa, armou-se com um revólver, retornou ao local e abordou a vítima que não teve nenhuma chance de reação, pois foi pega de surpresa.
A arma usada no cometimento do assassinato também foi localizada, um revólver Rossi calibre 32 com 04 (quatro) munições intactas e 01 (uma) deflagrada). A arma estava em poder da namorada do menor que praticou o crime, que também é adolescente.
Todos os envolvidos foram entregues na 14ª Delegacia Regional de Polícia Civil, para a realização dos procedimentos.
“Devido ao barulho da festa, somente quem estava muito próximo do local do crime, percebeu o estampido no momento em que o disparo foi efetuado. Algumas pessoas achavam que a vítima tinha sido lesionada à faca”, disse o repórter fotográfico da Rádio Difusora, Sheldon Gomes, que presenciou o ocorrido na cena do crime.


Site Nova Difusora dos Inhamuns 

Postar um comentário