PARAMBUENSE É MORTA A FACADAS ÀS MARGENS DA BR 020 EM TAUÁ ~ Blog do Lenno Barbosa Parambu

PARAMBUENSE É MORTA A FACADAS ÀS MARGENS DA BR 020 EM TAUÁ

FOTOS: Sheldon Gomes

 Um homicídio foi registrado no início da noite deste domingo (01) em Tauá. Uma mulher identificada por Maria Marinete Pereira dos Santos, 42 anos, natural de Parambu, foi esfaqueada em frente à Oficina do Branco, localizada às margens da BR 020 no Bairro Alto Brilhante.
O crime aconteceu em frente à oficina onde existem muitas sucatas num local bastante escuro apesar de ficar bem ao lado da rodovia federal.
Também próximo a cena do crime, do outro lado da pista, fica situada uma Igreja Evangélica, onde acontecia uma pregação, mas ninguém ouviu nenhum pedido de socorro.
A vítima sofreu perfurações no pescoço e na região do tórax e depois teve o corpo arrastado para um local de difícil acesso, uma espécie de beco existente nas imediações da oficina onde Marinete teve a vida ceifada.
O corpo já sem vida foi encontrado por populares que acionaram a Polícia. Imediatamente equipes da PM, Polícia Civil, Pró-Cidadania e Agentes da AMT isolaram a área com intuito de preservar o local de crime, para a realização da perícia.
Em meio a uma poça de sangue, foi encontrado um par de sandálias, possivelmente da vítima, moedas e preservativos. O corpo encontrava-se semi-nu, o que demonstra que a vítima também pode ter sofrido violência sexual.
O corpo de Marinete foi removido para o necrotério do Hospital Dr. Alberto Feitosa Lima, em uma viatura do Pró-Cidadania, e será enviado ao Núcleo de Perícia Forense dos Inhamuns de Tauá, para a realização de necropsia.
Segundo informações de populares, a vítima foi vista minutos antes do sinistro em uma seresta em companhia de um homem que passou a ser o principal suspeito do crime. Policiais civis e militares, e agentes de cidadania estão em diligência na tentativa de localizar e prender o autor do homicídio.
"Quando chegamos ao local encontramos um forte aparato do setor de segurança, mas também havia muitos curiosos e a cena do crime já tinha sido modificada o que infelizmente dificulta o trabalho da perícia mas, mesmo assim, foi possível coletar vestígios que podem ajudar na elucidação deste bárbaro crime", disse o inspetor Davi, da Polícia Civil.
"A correta e fidedigna preservação do local de crime possui vital importância no que concerne a investigação criminal", concluiu o inspetor.

Repórter Lindon Johnson/Rádio Difusora



Postar um comentário