Polícia Federal cumpre mandados judiciais em Campos Sales e Tauá ~ Blog do Lenno Barbosa Parambu

Polícia Federal cumpre mandados judiciais em Campos Sales e Tauá




A Polícia Federal e o Ministério Público Federal deflagaram, nesta terça-feira, 17, a Operação Christianópolis na cidade de Campos Sales (a 493,8 quilômetros de Fortaleza, na Região do Cariri). A PF cumpriu mandatos de prisão temporária, de conduções coercitivas e de busca e apreensão. Às 16 horas está marcada uma coletiva de imprensa na sede da PF em Juazeiro do Norte. De acordo com a Polícia Federal, a Operação Christianópolis teve o objetivo de apurar fraudes em processos licitatórios, com rodízio de empresas vencedoras e desvio de verbas públicas federais provenientes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Entre as prisões temporárias, estão a do ex-prefeito Paulo Ney Martins (PSDB), do seu filho Cristian Martins e dos ex-secretários de sua gestão César Lima (Finanças) e Luzeilton Santiago (Obras).
Cerca de 50 policiais participaram da operação para cumprir mandatos nas cidades de Campos Sales e Tauá. Foram expedidos quatro mandados de prisão temporária, dois de conduções coercitivas e nove mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal de Juazeiro do Norte.
 Conforme a Polícia Federal, a investigação conjunta da PF e do MPF teve início em fevereiro de 2014, visando apurar supostas irregularidades praticadas por agentes púbicos e particulares na construção de uma escola de ensino fundamental.
Foi descoberto que os recursos do FNDE foram utilizados indevidamente para os serviços de terraplanagem, que eram responsabilidade da Prefeitura de Campos Sales. Foram localizados indícios de que recursos foram desviados e utilizados em prol do patrimônio pessoal dos investigados.
nome da operação, segundo a PF, remete ao condomínio de luxo localizado na cidade de Campos Sales, supostamente construído pelos envolvidos com os recursos públicos desviados.
Paulo Ney foi prefeito de Campos Sales de 2009 a 2012. Ele e os demais acusados do crime foram conduzidos a Delegacia da Polícia Federal em Juazeiro do Norte. Às 16 horas desta terça-feira, haverá coletiva de imprensa na sede da PF em Juazeiro para dar mais detalhes da operação.

                                                              Tauá
Em Tauá algumas empresas privadas que prestaram serviços para a Prefeitura de Campos Sales foram vistoriadas pela Polícia Federal, mas ninguém foi preso.

Fonte: Difusora de Tauá


Postar um comentário