DEPUTADA ADERLÂNIA NORONHA RELATA CLIMA DE INSEGURANÇA COM ATUAL CRISE NO PAÍS ~ Blog do Lenno Barbosa Parambu

DEPUTADA ADERLÂNIA NORONHA RELATA CLIMA DE INSEGURANÇA COM ATUAL CRISE NO PAÍS

“As garantias que as classes mais pobres conquistaram no passado recente estão sendo ameaçadas pela má gestão do governo federal, que ocasiona a volta da inflação com toda força”.

A declaração foi feita na manhã desta terça-feira (18), na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, pela deputada estadual  Aderlânia Noronha, ao registrar ter participado das manifestações de repúdio à Presidente Dilma Rousseff e ao seu governo, no último domingo (16), em Fortaleza.

“Além da inflação, o desemprego já é uma realidade. A operação Lava-Jato está trazendo às claras a corrupção que está levando o brasileiro à desilusão. Não consigo perceber da parte do governo federal qualquer sinal  de humildade, qualquer  demonstração de que errou ou de que algo precisa ser feito. O resultado  é um clima de crise, de medo e de insegurança. E diante de tudo isso, um dos mais importantes instrumentos da democracia, para que os governantes possam mudar, é baixar a cabeça, e o povo nas ruas”, disse.

Em seguida, a deputada esclarece sua postura diante da participação nas manifestações. “O que me levou às ruas  não foram razões pessoais, o que me levou ao protesto  foi o compromisso que hoje assumo na política, de representar os mais  carentes. O que me levou a protestar foi a consciência de que a inflação destrói a vida das famílias mais pobres, foi a consciência de que a corrupção  tira sim a comida da mesa dos mais carentes”.

“As nossas empresas  estão voltadas para os segmentos mais populares da economia e posso assegurar aqui que o consumo dessas classes  sociais está longe do consumo de oito anos atrás. Os pobres estão se afastando das compras por causa da inflação, e as empresas voltadas para os segmentos populares  estão vendendo menos e demitindo. Isso é trágico”.

E concluiu: “Lamento quando o governo e seus defensores tentam fazer  de conta que as coisas estão indo bem, quando isso não está. Lamento profundamente  e vejo que tais pessoas desmerecem as manifestações populares que levam milhões  brasileiros às ruas. Volto a afirmar, fui às ruas com a minha família motivada pelo sentimento  de que, represento sim uma considerável parcela de pessoas do meu estado. Pessoas humildes, gente que trabalha e merece  toda a atenção da minha parte”. 

Site: Ceará News 


Postar um comentário