AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE A CONSTRUÇÃO DO AÇUDE JUCÁS EM PARAMBU ~ Blog do Lenno Barbosa Parambu

AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE A CONSTRUÇÃO DO AÇUDE JUCÁS EM PARAMBU



Foi realizada na manhã dessa terça feira, 19 de Janeiro, na Fazenda Barra Verde, próximo a Comunidade de João da Costa, Uma importante AUDIÊNCIA PÚBLICA para discutir com a população os impáctos ambientais e a construção do açude JUCÁS em Parambu.

A Audiência foi realizada pela Secretaria Estadual de Recursos Hídricos - SRH, e a Superintendência Estadual do Meio Ambiente – SEMACE, órgãos do Governo do Estado do Ceará, e contou com a participação de vários órgaos da adminitração pública municipal e representantes de toda a sociedade parambuense.

Técnicos da SEMACE e empresa de consultoria contratada pelo Governo do Estado, apresentaram todos os dados técnicos, realizados através de um amplo estudo em toda a área, mostrando os impactos ambientais e econômicos da construção da Barragem Jucás, como também apresentaram os projetos e ações a serem desenvolvidos antes, durante e depois da construção do reservatório.

Realizada as apresentações, os técnicos ouviram as diversas opiniões e sugestões da população presente, que fez questão de destacar a importancia do açude Jucás para o município, bem como os programas e a preservação da fauna e da flora.

Os dados técnicos foram apresentados pela SEMACE e colocado a disposição para os presentes, vejamos parte da apresentação:

O açude será formado pelo barramento do riacho homônimo (Rio Jucás), apresentando sua bacia hidráulica integralmente inclusa no território do município de Parambu, onde fechará o boqueirão existente na localidade de Veados, aproximadamente 10,8 km da sede do distrito de Cococi. A implantação da barragem ocupará área de 823,1ha, e terá capacidade para acumular 31.800.000,00m³ (trinta e um milhões e oitocentos mil metros cúbicos) de água.

Fonte dos Recursos

A obra já está licitada pelo Governo do Estado, ao valor global de pouco mais de R$ 30.000.000,00 (trinta milhões) de reais, oriundo de convenio do Governo Estadual e Federal, através do Ministério da Integração Nacional. Segundo Luiz Carlos Mota da Secretaria Estadual de Recursos Hídricos – SRH, o Governador Camilo Santana está empenhado em trazer o grande empreendimento para Parambu e aguarda apenas a conclusão das etapas burocráticas de licenças ambientais e liberação dos recursos por parte da Caixa Econômica Federal para dar ordem de serviço para que as obras sejam iniciadas.

Construção da Adutora

Após a implantação da Barragem Jucá, o Governo do Estado, com licitação já realizada, colocará em execução o projeto de construção de uma adutora com extensão de 39,55km entre o açude e a sede do município de Parambu, com o objetivo de sanar os problemas de abastecimento da cidade. A adutora tem dotação orçamentária de R$ 8.208.813,85(oito milhões, duzentos e oito mil, oitocentos e treze reais e oitenta e cinco centavos, tendo como fonte dos recursos o Tesouro Estadual).

Importância da obra

De acordo com a consultoria ambiental responsável pelo projeto, a barragem servirá para múltiplos usos, com destaque para o reforço no suprimento hídrico da sede do município de Parambu, além da perenização do vale do riacho Jucá à jusante do barramento e o desenvolvimento da pesca no lago a ser formado.

De forma complementar, a represa também terá com objetivo o abastecimento da população ribeirinha de jusante, a dessedentação animal e a irrigação difusa, bem como o desenvolvimento da recreação e lazer no reservatório, como fontes de benefícios adicionais para a região.

Prazos

Os prazos de inicio e conclusão das obras só passam a ser contados, a partir da assinatura da ordem de serviço por parte do Governo do Estado. A barragem tem prazo de 13 meses para ser implantada e a adutora 18 meses para ser concluída.

Várias autoridades do município estiveram presentes a audiência Pública: Secretários Municipais, Wanderson Feitosa (Secretaria de Governo e representando a Prefeita Keylly Noronha); Carlos Miguel (Agricultura e Pecuária); Thiago Gomes (Educação); Gulhermina Venuíra (Cultura e Turismo); Paulo Siqueira (Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Vereadores: Roberto Noronha, Vital Feitosa, Nazareno Carlos, Neto Lopes e Zelito Feitosa. Representantes de sindicatos, associações, ambientalistas, biólogos, COGEHR, Imprensa e outros.

Dados Técnicos fornecidos pela SEMACE.

Fonte: Site de Parambu

Postar um comentário